História dos Trigémeos Kelly & Alissa & Alexandre

O meu nome é Nadir Rodrigues. Sou mãe de trigémeos e vim aqui contar um pouco do meu percurso na neonatologia.

Os meus filhos nasceram com 25 semanas e 5 dias,  910g, 840g e 880g. Como se sabe e era de se esperar porque eram três (duas meninas e um menino). O internamento das meninas foi de 81 dias e o menino 89.

Durante o internamento tiveram muitos altos e baixos, dias bons e maus, causaram muito medo, insegurança, dor e angústia aos pais. Tiveram derrames, transfusões sanguíneas e o menino teve uma paragem respiratória, mas deram a volta por cima. Passaram por tanta coisa mas hoje estão aqui para mostrar que são fortes e vencedores. 

O pai teve um papel imprescindível, sempre ao pé de nos incansável, noites mal dormidas porque com três não tinha outra hipótese.Foram dias monstruosos, a hora de voltar para casa e deixa-los, o medo do toque do telefone, do acordar e chegar no hospital. Eu chegava à porta da neonatologia toda trémula, o meu marido tinha que entrar primeiro porque eu não conseguia. Vi o meu filho quase morrendo e não podia fazer nada, é muito doloroso. Mas o importante é que eles estão aqui fortes e maravilhosos e o melhor sem sequelas.

Deixo aqui uma mensagem de força para todas as mães que estão passando por isso.

Vivam um dia de cada vez e acreditem que tudo vai dar certo porque os prematuros são muito fortes.

Texto escrito por: Nadir Rodrigues, mãe do Alexandre, da Kelly e da Alissa.

Partilha este artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.